Canarana perde cerca de R$ 2 milhões anuais com veículos emplacados em outras cidades

CANARANA – Conforme informações da 31ª Ciretran, com sede em Canarana, o município possui pouco mais de 12 mil veículos automotores registrados. Vale ressaltar que metade do IPVA pago pelos contribuintes volta para a Prefeitura Municipal.

Porém, conforme o próprio Ciretran, em torno de 4 mil veículos pertencem a moradores de Canarana e estão emplacados em outros municípios. Se eles tivessem placas de Canarana, o número de veículos subiria para cerca de 16 mil.

Uns mais, outros menos, mas levando em conta que a média do IPVA seja de R$ 1.000,00 anuais, entre motos, carros e caminhões, significa que metade de R$ 4.000.000,00 milhões pagos por esses proprietários, ou seja, R$ 2 milhões, deixam de entrar todos os anos nos cofres da Prefeitura Municipal, indo para outras cidades.

No mês de junho último foi aprovada uma lei na Câmara Municipal, de nº 033/2018, por unanimidade entre os vereadores, que autoriza o executivo municipal a conceder benefício fiscal para o pagamento de IPTU (Imposto Predial e territorial Urbano), a título de incentivo, para a transferência de registro de veículo para a 31ª Ciretran de Canarana.

Após comprovar a transferência do veículo, o proprietário terá o direito de 50% de desconto no valor do IPTU de seu imóvel, limitando ao valor venal de até 30 mil UPFC. O benefício será concedido uma única vez. Ele tem por objetivo beneficiar a população e ainda aumentar o número de veículos registrados em Canarana, por conta do retorno de 50% do IPVA.

Essa lei passa a vigorar em 2019.