Canarana possui mais de 70 pessoas com Hanseníase

CANARANA – Para diagnosticar pacientes com Hanseníase, está sendo realizado em Canarana o projeto Busca Ativa, com detecção, avaliação e acompanhamento de pacientes. É uma ação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) através da Vigilância Epidemiológica, em parceria com enfermeiro Lenir Alves do Amaral e a colaboradora da Vigilância Epidemiológica Claudia Rosa de Souza.

Tanto na cidade quanto no interior, são realizadas visitas uma vez ao mês, atendendo as comunidades do Culuene, Garapú, Matinha, Serra Dourada e Assentamento Suiá, além das unidades de saúde (PSF’s) Bela Vista, Pioneiro, Mutirão, Tropical e União, que ficam na cidade. Os pacientes são avaliados físico e dermatológico.

Canarana encontra-se atualmente com 71 pacientes adultos e 2 infantis em tratamento de Hanseníase. Depois que se iniciou este trabalho, há pouco menos de dois meses, já foram avaliadas 166 pessoas entre moradores da cidade e do interior. Foram confeccionadas pomadas hidratantes para os pacientes em tratamento que possuem pele ressecada – um agravante da doença, onde são entregues para aqueles que necessitam desta sem custo algum.

“Agradeço a todos os envolvidos, principalmente o Lenir, a Claudia e toda comunidade, por estarem abraçando esta causa com todo carinho e amor que os pacientes necessitam. Precisamos de mais pessoas engajadas nesta missão e acreditamos que em mais alguns dias estaremos trabalhando na produção das pomadas hidrantes e em maior escala para todos que necessitem”, disse a enfermeira e coordenadora da Vigilância Epidemiológica – Alene Silva Vitti.

“Estaremos realizando também momentos de conscientização junto à população sobre as maneiras de transmissão, tratamento e cura, visto que por alguns lugares que o projeto passou, algumas pessoas têm dúvidas, receios e até preconceito sobre esta doença”, complementou a coordenadora.

“Pedimos a colaboração de toda a população que ao detectar sinais e sintomas como manchas no corpo, sobrancelha falha, dormência nos dedos das mãos e nos pés, câimbras excessivas, dores nos braços e nas pernas, que procure uma unidade de saúde munido de documentos pessoais e cartão do SUS para que seja dado orientação e sequencia ao tratamento se diagnosticado a doença”, orienta Alene.

A doença

A Hanseníase é uma doença infecciosa crônica e curável, e causa sobretudo lesões na pele e danos e muitas vezes irreversíveis aos nervos. Os sintomas incluem manchas claras ou vermelhas na pele com diminuição da sensibilidade, dormência e fraqueza muscular nas mãos e nos pés. O tratamento é gratuito pelo SUS, onde o medicamento é de fornecimento exclusivo do Ministério da Saúde.