Canarana promove a melhor e maior Semana Farroupilha do Centro Oeste

CANARANA – Foram 9 dias de festividades no que é considerada a maior programação de Semana Farroupilha do Centro Oeste brasileiro. O CTG Pioneiros do Centro Oeste, mais uma vez, colocou Canarana no mapa cultural do Mato Grosso, recebendo a visita de tradicionalistas e autoridades.

O dia 20 de setembro é feriado no Rio Grande do Sul, que remarca o ano de 1835 quando foi proclamada a República Rio-grandense. Depois de 10 anos da Guerra dos Farrapos, os revolucionários assinaram acordo de paz e permaneceram pertencendo ao Império do Brasil.

Especialmente no Rio Grande do Sul, mas também em todo o Brasil onde há gaúchos e descendentes, os CTGs comemoram a Semana Farroupilha. Porém, na grande maioria, especialmente em Mato Grosso, as comemorações se dão em apenas um dia. Canarana que destoa e alonga a festa.

Além disso, ao invés de ficar dentro do CTG, os gaúchos e gaúchas de sangue ou de coração, vão para o centro da cidade e montam acampamento no canteiro da Av. Rio Grande do Sul, no chamado Piquete Wilmar Pfeifer, ao lado do Monumento da Cuia, que homenageia os colonizadores sulistas.

O pontapé inicial foi no sábado, dia 15, com o tradicional Gaitaço do Super Economia, em sua 12ª edição, que não é organizado pelo CTG, mas indiretamente faz parte das festividades. Dezenas de gaiteiros e cantores se reúnem para diversas apresentações no restaurante do supermercado.

Na tarde do dia 15 iniciou a Semana Farroupilha com uma carreata e acendimento da Chama Crioula. Todas as noites teve janta no piquete com cardápio diferente. Também teve jogos, apresentações artísticas das invernadas e grande show no dia 20 com o grupo Atrevidos da Vaneira. A festa foi até domingo dia 23, encerrando com Missa Crioula.

Conforme o patrão Jorge Winter, Canarana tem o diferencial de comemorar a Semana Farroupilha fora do CTG e, neste ano, o show também aconteceu na avenida, aberto para toda a população. “Somos o primeiro CTG do Centro Oeste que promoveu um show de graça fora do CTG”, disse o patrão, destacando também os 9 dias de festa.

Conforme Jorge Winter, o evento este ano foi 40% superior ao do ano passado e o lucro arrecadado será revertido em ações sociais e também no custeio de viagens que as invernadas fazem para participar de competições tradicionalistas em outras cidades do estado.

O objetivo para os próximos anos, disse o patrão, é fortalecer Canarana como capital do nativismo em Mato Grosso, fazendo com que a Semana Farroupilha aqui festejada seja reconhecida como atração cultural dentro do estado.