Com R$ 310 mi em dívidas, empresa de Zeca começa processo de recuperação

CUIABÁ – O ex-deputado estadual Zeca Viana (PDT) teve o pedido de processamento de recuperação judicial de suas empresas, o Grupo Viana, aceito pelo juiz Fabrício Sávio da Veiga Carlota, da 2ª Vara Cível de Primavera do Leste. O pedetista tem como sócios a esposa Ivanir Maria Gnoatto Viana, que é vereadora, e o filho do casal Mateus Eduardo Gonçalves Viana, que chegou a ensaiar uma candidatura a prefeito da cidade, em 2017. No pedido, a família alegou dívidas na ordem de R$ 310 milhões em passivos. A decisão é de hoje (19).

Zeca e família terão 60 dias para apresentar um plano de recuperação, sob pena de ter decretado a falência do grupo empresarial. O juiz ainda nomeou o consultor financeiro João Paulo Fortunato como administrador judicial do processo.

Em outubro, Zeca disputou seu terceiro mandato consecutivo, mas foi derrotado nas urnas, com apenas 12.603 mil votos. Ainda nesta eleição, o ex-parlamentar foi apontado como um dos políticos eleitos em 2014 que mais enriqueceu em quatro anos. À Justiça Eleitoral, declarou ter R$ 255,6 milhões em bens.

No pedido, Zeca alega que o grupo empresarial foi atingido pela crise financeira do país, agravado pela deficiência da administração pública, juros, tributos, desacordos comerciais, dentre outros fatores econômicos que desestruturaram a solidez das empresas.

Alegando estar no mercado do agronegócio há 40 anos, o grupo empresarial diz que o intuito da recuperação judicial é propriamente recuperar economicamente a saúde dos empreendimentos administrados pela família, bem como honrar os débitos perante os credores.

Matéria completa no endereço https://www.rdnews.com.br/judiciario/com-r-310-mi-em-dividas-empresa-de-zeca-comeca-processo-de-recuperacao/111026.