Corpo é encontrado dentro de carro de pecuarista desaparecido em Vila Rica

Corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado dentro do veículo Foto: Leandro Kervalt/Agência da Notícia

Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado dentro do carro do pecuarista José Filho Correia de Souza, de 37 anos, desaparecido há cinco meses, em Vila Rica, a 1276 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, o veículo foi encontrado na quinta-feira (27), escondido em uma região de mata em um local conhecido como Portal da Amazônia, em Santa Terezinha, a 1329 km da capital, próximo ao local onde o pecuarista teria sumido.

De acordo com a Polícia Civil, o corpo ainda não foi identificado e foi encaminhado para exames e perícia, mas a suspeita é de que seja do pecuarista. O carro encontrado é o mesmo utilizado pelo pecuarista no dia em que sumiu. Em 20 de maio, ele saiu de casa em uma caminhonete para trabalhar com o gado na fazenda da família. Para chegar ao local, é preciso viajar por cerca de 40 km de estrada de terra e mais 10 km de asfalto.

A Polícia Militar informou que foi acionada por um fazendeiro, vizinho da propriedade da família de José Filho. Ele relatou aos policiais que estava limpando a mata quando encontrou o carro com o cadáver dentro e chamou a polícia. A Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) estiveram no local.

Segundo Politec, o corpo encontrado no veículo já estava em estado de esqueletização – estado mais avançado de decomposição. Durante o exame de necropsia, foram encontradas dois projéteis de arma de fogo. A identidade da vítima deve ser confirmada apenas após o resultado do exame de DNA, o que deve ficar pronto dentro de 30 dias.

Desaparecimento
Desaparecido há mais de cinco meses, o pecuarista é morador de Vila Rica. Na época do desaparecimento, a mulher dele, Aldaci Brambila, disse que o marido sumiu quando se dirigia para a fazenda da família, localizada a aproximadamente 50 km da cidade.

Corpo foi encontrado dentro de carro em uma região de mata, segundo a Polícia (Foto: Leandro Kervalt/Agência da Notícia)
Corpo foi encontrado dentro de carro em uma região de mata, segundo a Polícia (Foto: Leandro Kervalt/Agência da Notícia)

De acordo com Aldaci, que é secretária municipal de Administração de Vila Rica, os dois se falaram pela última vez quando saíram de casa pela manhã, no dia do desaparecimento. Ela foi desempenhar as funções na prefeitura e o marido foi trabalhar na fazenda. Ela afirmou que, naquele dia, o marido chegou a entrar em conato por telefone, mas depois o celular foi desligado.

A Polícia Civil chegou a cogitar a possibilidade de o pecuarista ter sumido voluntariamente. A mulher do pecuarista disse que os dois se preparavam para viajar e visitar parentes, antes do sumiço. Depois de dois dias sem notícias do marido, ela chegou a ligar para fazendas vizinhas para procurar informações, mas ninguém o havia visto.

O caso permanece sendo investigado pela Polícia Civil do município.

G1/MT