Cowboy cria Federação de Parajiu-jitsu em Canarana

CANARANA – O professor de jiu-jitsu Mario Edson (Cowboy), foi vice-campeão em três categorias de Parajiu-jitsu no último mundial, realizado no mês de abril nos Emirados Árabes Unidos. Além disso, a sua equipe, também no mês de abril, foi campeã da primeira etapa do estadual de Jiu-jitsu em Rondonópolis. Além de tudo isso, Cowboy criou uma Federação de Parajiu-jitsu, registrada em Canarana, que irá trabalhar para que o esporte entre na grade de competições das Paraolimpíadas.

Começando pelo mundial, esta competição é disputada por Cowboy há vários anos, da qual ele já trouxe várias medalhas, inclusive de primeiro lugar e, inclusive, disputando as categorias com lutadores sem deficiência. O canaranense já viajou para vários lugares do mundo para participar das etapas dos mundiais. Agora, Mario Edson treina para disputar a etapa nacional em Gramado-RS.

Como estava nos Emirados Árabes Unidos disputando o mundial, Cowboy não participou da etapa estadual em Rondonópolis, mas sua equipe sim e foi novamente campeã no geral. Nos últimos anos a equipe de Canarana tem papado a maioria dos títulos nas competições de Jiu-jitsu a nível estadual. Agora os competidores que conseguiram a vaga treinam para disputar o nacional da modalidade.

Todo esse trabalho vem sendo coroado agora com a notícia de que Cowboy criou em Canarana uma Federação de Parajiu-jitsu que irá representar a modalidade a nível nacional para que ela seja incluída nos Jogos Paraolímpicos. Para esta empreitada, Mario esteve no Rio de Janeiro onde recebeu o apoio dos irmãos Rodrigo e Rogério Minotauro, ex-lutadores do UFC. Essa iniciativa poderá fazer de Canarana um centro do Parajiu-jitsu a nível nacional.