Cultura do gergelim cresce em Canarana

CANARANA – Os números ainda divergem. Uns falam em até 50 mil hectares. Outros em 40 mil. E tem os que dizem que é 30. Mas isso não importa. Independentemente da quantidade, Canarana é hoje o maior produtor nacional de gergelim, cultura que tem ganhado cada vez mais espaço em nosso município.

Um dos fatores que faz com que a cultura cresceu por aqui são as condições climáticas, com altas temperaturas no desenvolvimento e seca na hora da colheita. Já a sua expansão é motivada pelos preços atrativos, alta produtividade, crescimento da quantidade de compradores, assinaturas de contratos de vendas antecipadas e até financiamento bancário.

Em algumas áreas, chega-se a produzir até 1.000 kg de gergelim por hectare. Porém, a média, no geral, fica em torno de 500 kg. Os valores ficam na casa de R$ 3,00 o kg. Com investimento baixo, os produtores dizem que a expectativa é ter mais rentabilidade com o gergelim do que tiveram com a soja, que para alguns agricultores foi até negativo.

O que ainda deixa alguns produtores receosos em investir no gergelim é ter muita oferta do produto no mercado, o que faria os preços baixarem ou até mesmo não ter mercado, como já aconteceu há alguns anos. Essa desconfiança pode acabar ou aumentar dependendo do cumprimento dos contratos que foram assinados na atual safra, que começa a ser colhida no mês de maio e se estende até julho.

Somando as culturas de soja (280 mil), milho (80 mil) e gergelim (40 mil), o município de Canarana possui mais de 400 mil hectares de lavoura entre primeira e segunda safra.