Diretoria da Acecan se reúne com prefeito e faz pedidos em defesa dos comerciantes

CANARANA – O prefeito Fábio Faria, acompanhado de vereadores, recebeu na manhã de quarta-feira, 27, membros da diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Canarana (Acecan), para tratar de assuntos de interesse do comércio em geral.

Liderados pelo presidente da entidade, Ramão Escobar da Rosa, a diretoria pediu apoio aos comerciantes com maior fiscalização e leis mais rígidas para os ambulantes que vem de fora do município; buscou informações com relação a área para ser destinada ao setor industrial; fez sugestões para melhorar a limpeza da cidade; informou que entregará em breve estudo para adequação do valor de cobrança dos alvarás; fez pedido para alteração nos horários de funcionamento dos supermercados aos domingos; buscou informações sobre a Feican e solicitou diálogo com a sociedade para analisar a questão do trânsito no lado sul da Av. Rio Grande do Sul.

Conforme o prefeito, será estudado formas legais de defender o comércio local com o endurecimento das leis para ambulantes e feiras que vem de outras cidades. Informou à diretoria que está na mesa do juiz o processo que poderá devolver ao município uma área de quase 40 hectares e que fica ao lado da MT-326 próxima do frigorífico, a qual será destinada para setor industrial, tanto empresas que já estão na cidade, quanto de interessadas de fora que vierem aqui se instalar.

Sobre a limpeza da cidade, a diretoria, que parabenizou os avanços, deu sugestões para melhorar no que chamaram de limpeza fina, como mato nos cantos, terra no asfalto e outros. O prefeito disse que alguns equipamentos estão sendo adquiridos para melhorar a limpeza e que alguns serviços poderão ser terceirizados com empresas especializadas para ter mais eficiência, o que deve ocorrer em breve.

O prefeito também passou informações sobre a Feican. Conforme Fábio Faria, a Prefeitura de Canarana é a que menos injeta dinheiro público na festa entre os municípios da região e ainda assim consegue fazer festa gratuita. Isso é possível por conta do aumento na arrecadação de patrocínio e outros recursos da festa, além da diminuição dos custos, principalmente contratando shows que sejam de renome nacional, mas que possuam cachê menor. A Feican, conforme disse o prefeito, movimenta a cidade e o comércio local nos dias de festa.

Por fim, ficou definido que no próximo sábado, dia 09 de março, será realizada nova reunião a ser convocada pela Acecan, para definir alguns assuntos como o trânsito na Av. Rio Grande do Sul.