Empresa paulista apresenta proposta para instalação de usina de etanol de milho

CANARANA – Representantes da empresa paulista Dedine, líder mundial no fornecimento de equipamentos e plantas completas para o setor sucroalcooleiro, apresentaram na manhã de segunda-feira, 25, no Sindicato Rural de Canarana, projeto para implementação de usina de etanol de milho. A usina pode ser instalada na propriedade e utiliza o milho produzido na própria fazenda. No menor tamanho oferecido pela empresa, 15 mil litros dias de etanol, é necessária a produção de pouco mais de 2 mil hectares de milho/ano. O investimento é de pouco mais de 15 milhões de reais e o lucro médio do litro é de 50% do custo de produção. Além disso, a menor planta consegue manter com o subproduto, um confinamento com rebanho de 5 mil cabeças de gado. A empresa auxilia na documentação, no financiamento e entrega a planta pronta. É uma maneira de agregar valor ao milho, podendo quadriplicar o seu valor produzindo etanol, subproduto e ainda carne. Os representantes também estiveram em municípios do Médio Norte do Mato Grosso e durante a semana estarão em Água Boa apresentando a proposta. Eles devem retornar a Canarana em breve para apresentar mais detalhes para produtores interessados.