Governador se reúne com mais de 300 líderes comunitários de Cuiabá

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques, participou na noite desta sexta-feira (09.08) de reunião realizada na sede da União das Associações de Moradores de Bairros de Cuiabá (Ucamb), localizada na Avenida 15 de Novembro, região do Porto. Dentre os objetivos estavam o debate de temas como regularização fundiária, segurança pública, obras iniciadas por outras gestões e que não foram concluídas e infraestrutura básica. Mais de 300 líderes comunitários participaram do evento.

Acompanhado dos secretários de Trabalho e Assistência Social (Setas), Max Russi, de Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas, de Cidades (Secid), Wilson Santos e da adjunta de Relações Políticas com os Municípios e Sociedade Organizada, Paolla Reis, Taques disse que é preciso ouvir as demandas dos representantes da população. “Precisamos saber quais são as principais necessidades, e para isso precisamos estar atentos, ter um interlocutor que esteja sempre perto destes líderes, papel que no nosso governo é desempenhado pela Paolla Reis, adjunta da Casa Civil, responsável por desempenhar este trabalho.”

De acordo com o presidente da Ucamb, Édio Martins de Souza, estas reuniões não servem apenas para cobrar ações do governo. “Estamos aqui para contribuir também, para mostrar como as associações de bairros podem auxiliar no trabalho desenvolvido pelo Governo do Estado, pois é de interesse de todos que sejam colocadas em prática políticas que assegurem a melhoria da qualidade de vida da população.”

O representante dos movimentos comunitários acrescentou que a atitude do governador é louvável. “Ve-lo aqui, ouvindo aqueles que trabalham com quem está na ponta, para saber quais são as necessidades, as carências de cada região, de cada bairro, quais obras de infraestrutura são mais urgentes, o que é preciso fazer para ajudar a população é extremamente importante, mostra que temos um governador que está realmente preocupado com cada cidadão.”

Souza ainda agradeceu o governador e os secretários. “Quero agradecer a atenção e carinho que tiveram com nossos líderes comunitários, recebendo cada reivindicação, respondendo perguntas, atendendo os vários encaminhamentos.”

Integrante do Movimento Comunitário, Josias Lemes avaliou a reunião com o Governador Pedro Taques e a sua equipe de Governo como muito proveitosa. “Estão vindo coisas boas para as nossas comunidades e para Mato Grosso, como a regularização fundiária das casas da Companhia de Habitação (Cohab), assunto que se arrasta há anos e que nunca viu uma solução; agora sim acreditamos que daremos um fim a este assunto.”

O titular da Secid, Wilson Santos, destacou que o trabalho conjunto desenvolvido pelo governo e pelos líderes comunitários resulta na construção de uma gestão mais eficiente. “Aqui, estamos criando um canal de debate eficiente, buscando sempre avançar em políticas públicas que beneficiem todos.” Secretário da Setas, Max Russi lembrou que a atual gestão tem se empenhado em resolver, na medida do possível, aquilo que lhe cabe. “Temos trabalhado diuturnamente para atender toda a população, por meio de cursos e programas, como o Pró-Família.”

Em outra reunião realizada no mesmo dia, Russi se encontrou com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, para discutir temas que interferem diretamente no dia a dia do morador da capital, como o acolhimento humanizado da população de rua, ações estratégicas para erradicação do trabalho infantil e criação de um centro para pessoas com deficiência, com foco nas crianças com microcefalia.

Segurança Pública

Um dos temas mais sensíveis enfrentados pela população, a violência, recebeu atenção especial durante a reunião. O secretário Estadual de Segurança Pública, Rogers Jarbas, apresentou resultados das ações promovidas pela pasta. “Os investimentos feitos pelo estado nessa área resultaram na redução de 47% dos casos de latrocínios – roubo seguido de morte -, em Mato Grosso, 50% em Cuiabá e 57% e Várzea Grande.”

Jarbas informou que todos os casos ocorridos em 2017 na região metropolitana tiveram a autoria identificada. “Cerca de um terço de todos os casos ocorreram na região metropolitana. Além de o índice ser menor do que no ano passado, graças ao trabalho preventivo da Polícia Militar, também tiveram os autores presos e indiciados pela Polícia Civil em quase 100% dos casos.”

Participação

A adjunta de Relações Políticas com os Municípios e Sociedade Organizada, Paolla Reis, lembrou que a grande maioria dos líderes comunitários puderam expor seus pontos de vista e levar ao governador os assuntos mais pertinentes das regiões e bairros que representavam.

“Estes encontros permitem que os representantes dos bairros tomem conhecimento das ações executadas pelo Governo Estadual, pois estão reuniões criam um espaço onde podemos informar a comunidade com mais propriedade; e sempre mantivemos as portas abertas para atender os movimentos comunitários, com o intuito de ajuda-los no que for possível”.