Jovem que perdeu os pais em tragédia é assassinado em Água Boa

ÁGUA BOA – A Polícia Militar registrou na noite de terça-feira, 28 de agosto, um homicídio doloso. O fato foi descoberto quando um motorista de transporte escolar retornando de uma viagem, notou que havia uma motocicleta vermelha às margens da estrada que liga Agua Boa com o PA Jatobazinho.

O motorista ao descer do ônibus, notou que havia um homem de estatura mediana caído ao lado da moto, todo ensanguentado. Os policiais militares encontraram o homem possivelmente degolado. A Polícia Civil e a Politec foram acionadas.

A vítima foi reconhecida como sendo Leandro José Ferreira, 20 anos, morador do bairro Cristalino. As investigações iniciaram para tentar descobrir mais esse assassinato ocorrido no município. Segundo a Polícia Civil, o jovem apresentava pancadas na cabeça e cortes no pescoço. O crime chocou a população.

Segunda tragédia na família

É a segunda tragédia que abala a família. Em 19 de fevereiro de 2.007, Delídio José Ferreira tirou a vida da ex-mulher, Eni Aparecida Ferreira, pais de Leandro. Eles moravam no distrito da Serrinha, quando o casal se separou.

Cerca de dois meses depois da separação, Delídio foi atrás da ex-mulher em Caldas Novas, Goiás. Antes, ele telefonou e marcou encontro em um orelhão perto da casa onde estava Eni.

Quando a mulher chegou ao local do encontro, Delídio atirou duas vezes contra ela, e em seguida, tirou a própria vida. Os corpos do casal foram sepultados em Água Boa. O casal deixou três filhos que continuaram morando com familiares no Bairro Cristalino.