Produtores se preocupam com qualidade das sementes recebidas para milho safrinha

QUERÊNCIA – Toda a área planejada para a safrinha de milho já foi semeada no município de Querência. Porém, o cenário que poderia ser de boas expectativas para a produtividade devido a essa antecipação no plantio, se transformou em preocupação para os produtores da região, que dizem ter recebido sementes de safras passadas para este plantio.

“Os produtores estão reclamando que veio sementes de safras anteriores e teve um problema de germinação e falta de vigor nas lavouras. São sementes que até germinam, mas não tem o vigor de sementes da safra nova. Com certeza isso gera em torno de 5 até 15% de quebra na produção, que o produtor só vai ver quando a lavoura já estiver implantada”, conta Osmar Frizzo, presidente do Sindicato Rural de Querência/MT.

Até o momento, 50% da safrinha já foi negociada na região e o mercado apresenta preços atuais de R$ 20/21,00, valores que apenas cobrem os custos de produção.

Já na safra 2018/19 de soja, a colheita já avança para 90% do total cultivado, e os agricultores registram produtividades na casa das 55/56 sacas por hectare contra as 57 de média alcançada no ano passado.

Após registrar vendas antecipadas no patamar dos R$ 70,00, os preços atuais da soja giram na casa dos 60/62 reais, e os produtores seguram as vendas, uma vez que esses valores não são os suficientes para fechar as contas.