Programa A União Faz a Vida atende quase 3.500 alunos em Canarana

CANARANA – O Sicredi promoveu na manhã de terça-feira, 25, em sua sede, um café da manhã com a participação dos apoiadores do programa A União Faz a Vida aqui em Canarana. O momento serviu para um bate papo e repasse das informações do que foi feito até agora.

O programa foi implantado em Canarana no ano de 2013, promovendo, desde então, a cooperação e a cidadania por meio de práticas de educação cooperativa, contribuindo com a educação integral de crianças e adolescentes. Uma metodologia que mexe com as pessoas, transforma espaços e a comunidade local.

A iniciativa está em 274 municípios brasileiros, atendendo 219.886 crianças e adolescentes. Em Canarana está em 15 escolas, envolvendo 150 educadores e 3.432 crianças e adolescentes. Neste primeiro semestre de 2018, várias ações aconteceram, como formação de professores, encontro da semana pedagógica, encontro estadual em Cuiabá e acompanhamento de projetos com as turmas de alunos envolvidos.

“Ter o apoio da comunidade é fundamental para que esse movimento se fortaleça em nossa cidade”, disse o presidente da Sicredi Araxingu, Eldo Renck.

Apoiadores

Os apoiadores do programa em Canarana são: Clínica da Família, Prisma Materiais para Construção, Líder Contabilidade, Maxxi Moveis, Fisk, Aliança Soluções Patrimoniais, HZ Informática, Cartório 2º Oficio, Disvale, Casa Nova Materiais para Construção, Meta Assessoria Agrícola, Jornal O Pioneiro, Radio Vida Nova FM, Eldo Renck, Saulo Sabino da Cunha e Claudio Alberto Tomm. O programa tem a parceria da Prefeitura de Canarana, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. Para contribuir, é só entrar em contato com o Sicredi.

Programa

A União Faz A Vida é a principal iniciativa de responsabilidade do Sicredi, construindo e vivenciando atitudes e valores de cooperação e cidadania com a prática de educação cooperativa, contribuindo para a ação integral de crianças e adolescentes em todo o País. Essa iniciativa contribui com em um futuro com cidadãos mais justos, solidários e empreendedores, que respeitam a diversidade e dialogam para tomar decisões. O programa tem uma metodologia própria, com base no currículo escolar, desenvolvida através de projetos educacionais cooperativos. Os alunos são protagonistas do processo de aprendizagem e contam com o apoio dos educadores, pais e comunidade.