Ação interdita consultório odontológico clandestino em Confresa

CONFRESA – Na tarde de quinta-feira (21), policiais civis da Delegacia de Confresa-MT, juntamente com a equipe da Vigilância Sanitária, interditaram um consultório odontológico clandestino, que funcionava em uma residência no Bairro Vila Nova.

Uma vítima procurou a Delegacia de Polícia e informou que havia contratado o suposto profissional para realizar o serviço de confecção de uma prótese dentária. Ao receber o material e tentar utilizá-lo, percebeu que a referida prótese havia ficado torta. Ao procurar o suposto profissional para refazer o serviço, foi informada que teria que pagar novamente. A vítima então procurou a Delegacia para denunciar o fato.

Investigadores acionaram a equipe da Vigilância Sanitária. O suposto profissional era um idoso de 73 anos de idade. O consultório funcionava em um local sem fachada, improvisado, em situação precária, péssimas condições de higiene, oferecendo um grande risco à saúde dos clientes.

Após o término dos procedimentos o local foi interditado. O idoso, por estar atuando sem ter certificado do registro odontológico, foi conduzido para a Delegacia de Polícia, onde foi autuado e irá responder criminalmente por Exercício Irregular da Arte Dentária.

Agência da Notícia.