Aquecimento Global: Mito ou Realidade? – Evento da Aprosoja abordou o assunto em Nova Xavantina – MT

Assunto polêmico, que converge em várias discussões no meio acadêmico e fora dele, o aquecimento global foi tema de uma palestra do meteorologista Ricardo Felício, nesta terça-feira (15/10) no campus de Nova Xavantina – MT da Unemat (Universidade do Estado de Mato Grosso).

Ricardo, que é bacharel em meteorologia e doutor em geografia física (área de climatologia antártica) pela USP (Universidade de São Paulo), palestrou para acadêmicos e professores da instituição. O evento “Aquecimento Global: Mito ou Realidade?” faz parte do Circuito Universitário 2019, realizado pela Aprosoja-MT (Associação dos Produtores de Soja e Milho) entre os dias 14 e 31 de outubro em vários municípios do Estado.

A palestra era direcionada para acadêmicos do curso de agronomia, com objetivo de colaborar na formação dos estudantes. O Auditório da Unemat lotou, a ponto de presentes terem de acompanhar o evento pelo lado de fora. Além dos estudantes de agronomia, também foi registrada a presença de estudantes de outros cursos, professores, pesquisadores e interessados no assunto. O tema abordado divide opiniões e ao final da palestra ocorreram discussões. A reportagem da AGR Notícias esteve no local e acompanhou os debates.

A palestra

Conforme defende o palestrante, a “evidência de que existe aquecimento global e de que o mesmo é provocado pelo ser humano, é falha! A pergunta é: o CO² controla a temperatura? Em nenhum momento da história isso aconteceu [dióxido de carbono controlar a temperatura]”, disse o professor, esboçando que em períodos interglaciais a temperatura já chegou a ser entre 6C° a 10C° maior do que  a média atual, com bem menos CO² na atmosfera.

“O CO² é mais forte do que o sol, os oceanos e os vulcões?”, questionou o palestrante. Segundo Felício, através de ciclos o sol aumenta sua atividade. Segundo ele, foi o que aconteceu nos últimos anos. Além disso, a lua e a quantidade de nuvens também influenciam na temperatura. Porém, ele contesta que a temperatura média da terra tenha subido 2Cº. Pelos seus cálculos, houve um aumento de 0,01%. “Estão fazendo alarde sendo que o aumento foi de 0,01%, ou seja, não houve aumento”, disse.

O palestrante salientou a mudança na denominação de “aquecimento global” para “mudanças climáticas”. “Se faz calor, é mudança climática! Se não chove, é mudança climática! Se chove, é mudança climática! Se tem neve, é mudança climática! Então tudo é mudança climática e eles sempre estarão certos”. Porém, disse o doutor, os defensores da teoria do aquecimento não conseguem prever o clima para o ano seguinte em alguma região do planeta. Conseguem, apenas, fazer previsões para daqui a 100 anos.

Mais informações no seguinte link:

Aquecimento Global: Mito ou Realidade? – Evento da Aprosoja abordou o assunto em Nova Xavantina – MT


Público presente no evento da Aprosoja.