Canarana é a próxima cidade a integrar a Redesimples

CANARANA – Treze municípios de Mato Grosso estão integrados à Redesimples – Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios no Estado. Canarana é uma das próximas cidades a integrar o grupo que avança na melhoria do ambiente de negócios, desburocratizando os trâmites de abertura, alteração e baixa de empresas.


Segundo Aurineise Tierre, da Gerência de Competitividade Empresarial do Sebrae MT, ao se integrar à Redesimples Canarana irá simplificar o ambiente de negócios para os empreendedores locais e avançar no cenário estadual. A intenção é integrar todos os 141 municípios do Estado. Segundo ela, onde a Redesimples já está implantada, o tempo de abertura de uma empresa é de dois dias, antes demorava entre 45 e 60 dias. “É importante ressaltar que isso depende principalmente da vontade e engajamento dos gestores públicos, pois é preciso fazer a adequação da legislação municipal, do fluxo dos processos e simplificar internamente para depois entrar no sistema, que é meramente um meio”, ressalta.


O programa Cidade Empreendedora e Sustentável, desenvolvido pelo Sebrae, vem contribuindo sobremaneira para a simplificação e integração dos municípios. O técnico Mayquel Rohde, especialista e consultor de empresas há mais de oito anos, é responsável pela Consultoria Especializada em Desburocratização, cujo objetivo é desburocratizar e racionalizar os processos de registro de empresas nos municípios visando integrá-los à Redesimples. Para tanto, trabalha na preparação do ambiente de negócios, análise de fluxos internos de processos e procedimentos de cada órgão, adequando todos os instrumentos para efetuar a integração.


Canarana que integra o programa Cidade Empreendedora e Sustentável, iniciou a consultoria especializada em desburocratização em agosto. O consultor explica que no decorrer das etapas trabalha com os servidores municipais das secretarias envolvidas diretamente na abertura e fechamento de empresas nos municípios. “Fazemos uma análise crítica do processo existente e buscamos o melhoramento das etapas. Essa orientação e esse trabalho faz com que haja muitas melhorias dentro do município. A receptividade é muito boa porque sentem a necessidade de mudar, mas não sabem por onde começar”, resume.


Rohde reforça que se trata de um processo complexo, mas com resultados práticos e estimulantes. “Quando eles enxergam a diferença que podem fazer sendo agentes de mudança, se empolgam e avaliam todas as possibilidades de melhoria no atendimento ao cidadão que deseja empreender no município”.


Outro ganho refere-se à possibilidade de uma gestão mais eficiente do empreendedorismo nos municípios onde a Redesimples é implantada. Conseguem organizar os dados e transformá-los em informações gerenciais e estratégicas para tomada de decisão no município como um todo, incluindo o próprio direcionamento do empreendedorismo.


“A gente faz uma análise da legislação federal, estadual e municipal para deixar mais concisa possível e simplificada para as micro e pequenas empresas que estão no munícipio e para aqueles que pretendem se instalar nele”, diz, acrescentando que o empreendedor, onde estiver pode fazer uma consulta prévia gratuita para ver um determinado município é atrativo ou não para se estabelecer. O ambiente empresarial do município pode ser observado de qualquer lugar, trazendo um ganho muito grande para o desenvolvimento local.


Nos dias 19 e 20 de agosto, os municípios integrantes do Programa Cidade Empreendedora e Sustentável, junto com representantes de órgãos licenciadores, participaram de uma visita técnica em Fortaleza, capital considerada referência nacional no processo de abertura e licenciamento de empresas. O Programa Fortaleza OnLine permite que o processo seja feito de forma célere e digital, estando disponível todos os dias da semana e 24 horas por dia. A duração média para o procedimento online é de, no máximo, 30 minutos.


Para Marilei Bier, secretária de Desenvolvimento Social, Econômico e Turístico de Canarana, a iniciativa de conhecer o processo de Fortaleza contribui com o município de Canarana que iniciou neste mês o processo para se integrar à Redesimples, sistema digital integrado à Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat). “Canarana faz parte desse cenário na busca da simplificação e integração na Redesimples em prol do desenvolvimento local sustentável”, finaliza.