Com mais de 5 cm, vespas asiáticas ‘assassinas’ são vistas pela 1ª vez nos EUA

A size comparison of the Asian giant hornet and several other insects

WASHINGTON – Quando você pensava que 2020 não poderia mais piorar… agora temos vespas gigantes com olhos estranhos e picadas venenosas para acrescentar à lista de preocupações deste ano.

Pela primeira vez, vespas gigantes asiáticas (apelidadas de “vespas assassinas”) foram vistas nos Estados Unidos, especificamente no estado de Washington, afirmam cientistas. Os apicultores da região relataram dezenas de abelhas mortas com a cabeça arrancada, uma imagem alarmante em um país com uma população de abelhas em rápido declínio.

Com mais de 5 centímetros de comprimento, as maiores vespas do mundo podem matar seres humanos com seu veneno se picar uma pessoa repetidas vezes. A conclusão é de segundo especialistas da Universidade Estadual de Washington, que apelidaram os insetos de “vespas assassinas”.

“Elas são como um desenho monstruoso com um enorme rosto amarelo-alaranjado”, disse Susan Cobey, criadora de abelhas no departamento de entomologia da Universidade Estadual de Washington.

Como elas chegaram aos Estados Unidos?

Cientistas ainda não sabem precisar como vespas gigantes asiáticas nativas acabaram no estado de Washington.

Às vezes, insetos podem ser transportados em caixas no comércio internacional – em alguns casos até mesmo deliberadamente, disse Seth Truscott, da Faculdade de Ciências Agrárias, Humanas e Recursos Naturais da WSU.

A vespa gigante foi vista pela primeira vez no estado em dezembro, e os cientistas acreditam que ela começou a se proliferar novamente no mês passado, quando rainhas emergem da hibernação para construir ninhos e formar colônias.

“Os zangões são mais destrutivos no final do verão e no início do outono, quando procuram fontes de proteína para aumentar as rainhas do próximo ano”, disse Truscott no WSU Insider.

“Eles atacam colmeias de abelhas, matam as adultas e devoram larvas e pupas, enquanto defendem agressivamente a colônia ocupada”, acrescentou. “Suas mordidas são dolorosas, com uma poderosa neurotoxina. Múltiplas picadas podem matar humanos, mesmo que não sejam alérgicos”.

Matéria completa no site da CNNBrasil clicando aqui.

Faith Karimi/CNN; Foto – Washington State Department of Agricultu.