CTG Pioneiros do Centro Oeste completou 35 anos

CANARANA – No último dia 22 de abril o CTG Pioneiros do Centro Oeste completou 35 anos. Foi no dia 22 de abril de 1984 num domingo de Páscoa, durante o almoço entre amigos e familiares, que quatro pessoas tiveram a ideia de fundar um Centro de Tradições Gaúchas. Na segunda-feira foi feita a segunda reunião e, subsequente, assinaram o livro com 20 sócios fundadores, onde nem todos eram gaúchos.

Os sócios fundadores foram Neldo Egon Weirich; Augusto Dunck; Arcildo Martens; Dr. Colmar da Costa Silva; Dr. Nelson Ribeiro de Moura; Dr. Lauro Souto; Wilmar Pfeifer; Nathaniel Hiller Wisch; Sergio Giacomolli; Wilson Wisch; Luiz Cancian; Arlindo Cancian; Carlos Grun; João Gilberto Lima; Odair Biguelini; Luiz Pfeiffer; Nelson Pfeiffer; Edemar Kurt Ziech; Carlos Aloyzio Mazureck e Lucio Mazureck. O primeiro patrão foi Neldo Egon Weirich.

O galpão foi construído pelas mãos dos próprios sócios fundadores, onde os mesmos faziam doações. Um doava madeira, outro a churrasqueira, outro a chapa do fogão e assim com doações foi levantado o CTG. Se pensaram em vários nomes, porém, como era o 1º CTG da região, foi escolhido “Centro de Tradições Gaúchas Pioneiros do Centro Oeste”.

Depois de meses de árduo trabalho na construção do galpão, veio a grande inauguração com o 1º Baile no dia 20 de abril de 1985. Em 2004 teve o 1º Baile da Soja, que é realizado todo o ano até hoje. Em 2013 a Invernada Juvenil foi Campeã Nacional de Danças Tradicionais Gaúchas. Em 2015 a Semana Farroupilha foi transferida para a Av. Rio Grande do Sul, no Monumento da Cuia, onde é levantado o Piquete Wilmar Pfeifer, com o intuito de aproximar a comunidade com a cultura gaúcha.

Nestes 35 anos o CTG teve os seguintes patrões: Neldon Egon Weirich; Arcildo Martens; Sergio Giacomolli; Anibaldo Pommer; Gilberto Stefens; Augusto Dunck; Eraldo G. Felten; Aureo Simão Schreiner; Euripedes Divino de Oliveira; Vilson Biguelini; José Mitielo Benites Correa; Aldemir Zatti e atualmente Jorge Winter.

Hoje Canarana é considerada por lei como a capital do nativismo em Mato Grosso e possui a maior e melhor Semana Farroupilha do estado.