Economia de Mato Grosso sofrerá forte impacto, diz Mauro Mendes

O governador Mauro Mendes já vislumbra forte impacto do coronavírus na economia de Mato Grosso. Em live transmitida em tempo real por canais oficiais do governo, ele avaliou que a crise econômica acarretada pelo coronavírus causará queda na arrecadação e, assim, trará prejuízos aos cofres públicos.

“Seguramente essa queda acontecerá. Todas as notícias que estão acompanhando o jornalismo internacional mostram um grave e severo desaquecimento da economia global, isso vai afetar nosso país nas exportações brasileiras, nas commodities minerais, minérios de ferro, exportação de alimento de algodão”, afirmou.

“Aqui dentro do Brasil as pessoas já começam a perceber um desaquecimento, as pessoas não saem às ruas, não gastam combustível, não compram. Certamente que haverá um forte desaquecimento. Precisamos aguardar os próximos dias, semanas para ter um número adequado de quão forte será esse impacto, mas seguramente, teremos uma diminuição da arrecadação e isso vai impactar milhões de brasileiros”.

Mesmo com apelo do setor do comércio e indústria, não há qualquer sinalização de prorrogação de vencimentos de taxas e tributos. Mas, ainda assim, ele declarou que a Secretaria de Fazenda elabora um planejamento para que o Estado consiga arcar com os custos da crise, como a compra de insumos para a área da saúde, da segurança pública e pagamento de salários, por exemplo.

“O governo tem centenas de situações que demandam dinheiro público arrecadado. Nós todos teremos que dar uma parcela de colaboração neste momento de crise. Mas vamos economizar muito, cortar ainda mais as despesas”.
Fonte e notícias completa: O Livre.