Grupo Echer e Prefeitura Municipal assinam acordo para reforma do prédio do IFMT

CANARANA – A Prefeitura Municipal firmou um acordo de cooperação técnica com o Grupo Echer Empreendimentos, tendo o IFMT (Instituto Federal de Mato Grosso) como beneficiário dessa parceria. A assinatura aconteceu na manhã do último sábado, 25, na sede do IFMT.

Pela parceria, a Echer fica responsável pela reforma do prédio do instituto e também serviços no pátio. Em contrapartida, a empresa tem o direito de expor um outdoor com propaganda da mesma no IFMT, localizado bem na entrada da cidade, em frente a primeira rotatória da AV. Rio Grande do Sul. A parceria tem o prazo de quatro anos.

Entre as obras que serão executadas está a reforma e ampliação da secretaria; limpeza e regularização do terreno; execução de dreno; limpeza dos resíduos com utilização de equipamento de alta pressão e aplicação de anti-mofo; tratamento de infiltrações nos pilares, barrado e fachada; execução de pintura da fachada; execução de pintura dos pilares; execução de pintura dos corredores; execução de pintura das salas de aulas; execução da pintura das salas administrativas. As reformas se estendem até outubro deste ano.

Conforme Michel Echer, a maior parte dos funcionários da empresa que está erguendo casas e construindo um loteamento em Canarana, é de outros municípios, por falta de mão de obra especializada disponível na cidade. Segundo ele, é preciso investir no IFMT para ser um local de formação que poderá servir ao mercado local, dando sugestão para trazer cursos da área da construção civil.

O prefeito de Canarana, Fábio Faria, disse que o grande objetivo é transformar o IFMT, que hoje está ligado a Barra do Garças, em campus independente. Conforme o prefeito, essa reforma é mais um passo nesse objetivo, para mostra para os responsáveis que a comunidade investe e está interessada na vinda do campus, quando poderão ser ofertados outros cursos técnicos e também superiores.

Conforme levantamento realizado pela reportagem do J. O Pioneiro junto a profissionais da área, cerca de 500 estudantes de Canarana fazem curso superior em outros municípios, num gasto superior a um milhão de reais por mês, que deixa nosso município e é investido em outros. Além disso, muitos dessas estudantes que se formam fora não voltam para cá. O IFMT é o melhor caminho que temos hoje para reverter esse quadro.