Mais de 600 crianças conhecem o sistema de destinação de embalagens de defensivos agrícolas

CANARANA – A Ardava (Associação dos Representantes de Defensivos Agrícolas do Vale do Araguaia) recebeu nesta sexta-feira, 16, mais de 650 crianças de todas as escolas de Canarana de turmas de 4º e 5º Ano, dentro da programação do Dia Nacional do Campo Limpo, que na cidade entra em sua 16ª edição. A celebração tem como data 18 de agosto e já reuniu cerca de um milhão de pessoas em todo o Brasil.

Com o tema “Juntos, semeando o campo limpo”, a celebração reúne os participantes do Sistema Campo Limpo (programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas), além das comunidades do entorno de unidades de recebimento de embalagens vazias para compartilhar os resultados e benefícios gerados pelo Sistema, que é referência no país e no mundo.

“As inúmeras atividades representam uma oportunidade para a comunidade conhecer o trabalho do Sistema Campo Limpo. Também contribuem para aumentar a conscientização e o envolvimento de todos em nosso programa, cada vez mais bem-sucedido em cuidar do meio ambiente e manter o campo limpo”, destaca João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), entidade gerenciadora do Sistema.

Além da receber as crianças na sede da Ardava, chamado de DNCL Portas Abertas, outras ações ocorrem nos próximos dias. A Modalidade DNCL Universitário será no dia 23 de agosto, as 20h00, na Unopar. O DNCL Ação Comunitária envolverá um Mutirão de Limpeza no dia 24 de agosto, com início as 7h30 na Casa Chico Xavier. O DNCL na Escola será no 22 de agosto as 8h00 na Emeb Pioneiros de Canarana.

Conforme a gerente da Ardava, Eliane Felten, em todas as edições sempre é levada a mensagem da preservação ambiental. “Mostramos a necessidade em cuidar do meio ambiente de uma maneira geral, depois falamos sobre o que o nosso agricultor vem fazendo e a destinação das embalagens. Enquanto se fala muito negativamente da agricultura, a gente deixa muito claro que aqui se faz a coisa certa e nem tudo o que se ouve é fato, porque a aplicação de defensivos é muito segura no Brasil”, disse. Além dessa mensagem, os bombeiros estiveram presentes no evento falando também sobre prevenção aos incêndios.

Segundo Felten, a Ardava está hoje entre as duas maiores centrais do Brasil, num universo de 112. Ela recebe embalagens de defensivos agrícolas desde Barra do Garças até o Norte Araguaia. A expectativa neste ano é recolher 1.300 toneladas de embalagens.

Sobre o Dia Nacional do Campo Limpo

O Dia Nacional do Campo Limpo foi instituído no calendário brasileiro em 18 de agosto, por meio da Lei Federal 11.657 de 16 de abril de 2008. Desde então, cerca de um milhão de pessoas, de todo o país, já participaram das comemorações. A celebração da data é realizada pelas unidades de recebimento de embalagens vazias, com apoio do inpEV, seus associados fabricantes de defensivos agrícolas, entidades representativas do setor (Abag, Aenda, Andav, Andef, Aprosoja, CNA, OCB e Sindiveg), organizações públicas (governo municipal e estadual) e privadas, além de outros apoiadores locais.

Sobre o Sistema Campo Limpo

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas. O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.