Médicos são flagrados pescando no Rio das Mortes no período da piracema e têm lancha apreendida

Foto – Ibama

RIBEIRÃO CASCALHEIRA – Quatro homens foram multados por pesca irregular no Rio das Mortes, em Ribeirão Cascalheira (MT). Dois deles são médicos e foram flagrados por pescarem na piracema – período em que a pesca é proibida para a reprodução dos peixes. O flagrante foi no sábado (16), mas a informação foi divulgada na sexta-feira (22).

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apreendeu 5 kg de pescado, equipamentos de pesca e uma lancha. A identidade dos médicos e a profissão dos outros homens infratores não foram divulgadas.

De acordo com o Ibama, os médicos admitiram aos fiscais que sabiam da proibição da pesca, mas que mesmo assim estavam pescando. Eles estavam em uma lancha ancorada na margem do rio próximo a uma fazenda.

Na operação foram apreendidas varas com molinetes e carretilhas, além de dois peixes matrinxãs e outros espécies.

A lancha foi apreendida e a destinação dela ficará a critério da Justiça decidir. Ela poderá ser usada em operações policiais.

O Ibama realizou uma operação de fiscalização que percorreu o Rio das Mortes entre os dias 11 e 20 deste mês. Na ação, a instituição passou pelas Unidades de Conservação Estaduais e as Terras Indígenas de Areões e Pimentel Barbosa.

Nos últimos dias da operação, à Polícia Federal acompanhou por terra as equipes do Ibama. À Polícia ajudou na fiscalizar e vistoriar indicativos de furto de madeira, no município de Nova Nazaré, a 800 km da capital.

O período proibitivo da Piracema segue até fevereiro de 2020, portanto não é permitido pescar e comprar peixes retirados dos rios e em áreas federais.