MT usa modelo chinês para construir 200 leitos em duas semanas

O governo de Mato Grosso anunciou na segunda-feira (23) a construção de 200 novos leitos, anexos ao Hospital Metropolitano, em Várzea Grande, em duas semanas. A rapidez da construção segue um modelo de projeto chinês, que foi utilizado durante a pandemia do coronavírus naquele país. A obra tem orçamento de R$ 2,5 milhões.

Para agilizar a construção, as paredes serão montadas com painéis isotérmicos, mesmo sistema utilizado na China para criar leitos emergenciais. Na quarta-feira (25), a estrutura começa a receber a parte elétrica e hidráulica. Outra forma de agilizar e deixar mais barata a obra, os materiais é realizada diretamente com as fábricas, o que reduz custos e o tempo de entrega.

Na parte de equipamentos, o processo de compra já está em andamento. Já foram adquiridos mais de 5 mil itens diversos para estruturar os 200 novos leitos.

Já são 210 casos suspeitos no estado, com 6 confirmações.

Por Gazeta Digital, com informações da assessoria e redação JOpioneiro.