Na Semana da Pessoa com Deficiência, Apaes da região visitam o Rancho Rafaely

CANARANA – A programação da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, em Canarana, começou no em 21 de agosto e vai até o próximo dia 28. Nesta sexta-feira, 23, os alunos da Apae Pequeno Príncipe participaram de uma programação no Rancho Rafaely, onde acontecem as aulas de Equoterapia que atendem semanalmente 15 alunos da Apae de Canarana, num projeto que também tem a parceria com a Prefeitura Municipal, Sindicato Rural e Senar.

Na visitação ao Rancho Rafaely, os alunos conheceram as instalações e os animais, acompanharam apresentações artísticas e participaram de um café da manhã. Além de Canarana, a Apae de Ribeirão Cascalheira se fez presente. E alunos do 4º e 5º Ano da Escola Estadual 31 de Março participaram da interação fazendo apresentações de músicas em libras. A Primavera Máquinas, concessionária John Deere, fez a doação de brindes. O vice-prefeito Vilson Biguelini e o vereador Rafael Govari prestigiaram a programação.

Conforme a diretora da Apae, Maria Cristina de Abreu, a escola de Canarana atende hoje 128 alunos. Segundo ela, para realização da Semana Nacional, a Apae conta com diversos parceiros. Além de oportunizar momentos de descontração aos alunos, o objetivo das ações é lutar pelos direitos das pessoas com necessidades, pois muitas leis existem nas não são aplicadas. Para Cristina, a participação da família é extremamente importante dentro dessa ideia. O tema deste ano foi: “Família e pessoa com deficiência, protagonistas na implementação das políticas públicas”.

“A Equoterapia é uma política pública, que envolve Prefeitura Municipal, Sindicato Rural, Senar, Apae e Rancho Rafaely, além de empresas, ação que casa com o tema nosso neste ano”, disse Maria Cristina.

Reforma e ampliação

Está em fase de finalização a troca do Centro de Eventos da Apae, que fica na rua Palmeira das Missões, com o terreno pertencente à Sociedade de Damas, ao lado da Escola Pequeno Príncipe, no Centro. Com essa troca, será possível ampliar a escola que atende os alunos da Apae. O projeto de reforma das atuais instalações e também a ampliação já está concluído. Conforme a presidente da Apae, Veruska Oliveira, parte do recurso virá da iniciativa privada. Nos próximos dias, empresas serão visitadas para colaborar nessa obra e os cômodos serão batizados com os nomes dos doadores.