Pronaf quer aumentar recursos no Vale do Araguaia e fomentar cadeia produtiva do leite

O Pronaf é um dos principais programas de financiamento para agricultores e produtores rurais familiares. Na região do Vale do Araguaia, o Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar tem auxiliado muitos agricultores familiares no fomento de suas atividades, principalmente na região do Baixo Araguaia, onde estão instalados diversos assentamentos.

Na tarde de quinta-feira, 11, aconteceu na agência do Banco do Brasil de Canarana-MT, um workshop sobre o Pronaf, que contou com a participação de prefeitos, secretários de Agricultura, vereadores, representantes da Empaer, sindicatos e associações, de municípios da região, entre eles Canarana, Alto Boa Vista, Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada e Novo Santo Antônio. Também esteve presente a equipe da Planejar Canarana, uma das empresas que produz projetos para acesso ao programa.

Conforme a gerente da agência, Rosychelli Prates, a agência de Canarana é responsável por vários municípios do Médio e Baixo Araguaia no Pronaf. “Neste ano, até ontem [11], foram liberados mais de 17 milhões de reais na região em investimentos e custeio para a agricultura familiar, mas queremos fechar o ano com 25 milhões repassados. Para 2020, queremos atingir 50 milhões de reais, que é o histórico da agência”, disse a gerente, acrescentando que o Pronaf pode ser utilizado para o fomento da cadeia produtiva do leite.

O prefeito de Bom Jesus do Araguaia-MT, Ronaldo Rosa de Oliveira, disse que no município há cinco assentamentos, sendo o Pronaf um programa muito importante. “Temos muitos produtores que vão aderir para produzir leite. Nós temos cinco assentamentos no município e 40% dos produtores já está sendo beneficiados com o programa e muitos outros vão aderir. São 4 anos de carência e 4% de juro ao ano, que é o que o pequeno produtor precisa”, disse o prefeito Roni.