Reunião estende prazo para escoamento da safra de grãos em Canarana com medidas de combate ao coronavírus

CANARANA – Em matéria veiculada na mídia nacional nesta terça-feira (24/03), foi divulgado dados, conforme Decreto nº 3054/2020 da Prefeitura de Canarana-MT, sobre a proibição de retirada da produção de soja dos armazéns para fora do município, como medida para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

O decreto foi publicado no domingo (22/03) e já na segunda-feira (23) seguinte, ocorreu uma reunião entre o prefeito Fábio Faria, o secretário Municipal de Saúde – Ruberlan Rezende, vereadores e representantes de sete tradings (empresas) que recebem soja em Canarana.

O Executivo explicou que autoridades da área da saúde e até mesmo do Ministério Público, haviam ressaltado sobre o temor de que a população de Canarana fosse contagiada com o vírus. O argumento é que a soja é levada para os portos passando por vários Estados e a maioria dos caminhoneiros vem de fora do município, podendo trazer o coronavírus para a cidade.

Os representantes das tradings explicaram que praticamente todos os armazéns estavam lotados e havia ainda cerca de 100 mil toneladas de soja para serem retiradas das lavouras de Canarana, com boa parte em contrato de entrega. Sem as retirada de uma quantia parecida como essa dos armazéns, as empresas não conseguiriam receber a soja a ser colhida, o que geraria um prejuízo superior a R$ 130 milhões.

Diante da situação, cada representantes de armazém repassou quantos caminhões precisariam para, em 10 dias, levar o excedente para fora do município. Assim, foi liberado, conforme informações de necessidade de cada trading, a entrada de uma quantidade de caminhões por dia, o que será suficiente para o escoamento.

Como medida, foi decidido montar uma barreira sanitária na MT-326, em frente ao armazém da empresa Caramuru, onde os caminhoneiros são avaliados por uma equipe de saúde. Para poder carregar nos armazéns, eles precisam entregar um documento de que passaram pela triagem.

A partir da reunião, foi feito um termo de compromisso com as tradings prorrogando a liberação por 10 dias.

Por AGRNotícias e JOPioneiro.