Secretaria Municipal de Saúde intensifica combate ao mosquito Aedes Aegypti

combate ao mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, com ações norteadas pelo programa de Combate ao Aedes Aegypti.

Para isso, tem utilizado todos os mecanismos possíveis no combate à proliferação do mosquito, bem como no atendimento adequado para os casos de suspeita da doença. Porém, o principal combate é aquele realizado pela população na vigilância diária na eliminação dos potenciais criadouros que possam existir nas casa, estabelecimentos comerciais, espaços públicos, terrenos baldios ou qualquer outra localidade.

Nessa época do ano dois fatores são propícios para aumentar a proliferação dos mosquitos. Além da chuva, a temperatura também está elevada. São duas condicionantes que aceleram o desenvolvimento do mosquito, pois aumenta a oferta de criadouros e os ovos eclodem rapidamente com as altas temperaturas.

A Vigilância Ambiental vem realizando trabalho intensivo no combate ao vetor, tanto no município, como nos interiores. No Assentamento Suia foram coletadas 68 amostras.

Orientações

Evite locais que possam acumular água, como garrafas, latas, calhas (verificar se não há folhas, pois pode entupir e acumular água), pneus, ferros velhos, caixas d’água destampadas, lonas.

Dengue

A Vigilância Epidemiológica de Canarana já notificou 771 casos de Dengue em 2019 em Canarana, um crescimento de 338%, sendo que destes, já teve 250 confirmações. A título de comparação, no mesmo período do ano passado, o município tinha notificado 176 casos com 69 confirmações.